Saiba tudo o que precisa antes de arrendar uma casa!


Tome nota das seguintes dicas antes de arrendar uma casa:


1. Análise das necessidades e prioridades

Antes de tomar uma decisão, é essencial que tenha em consideração aquilo que procura e o que é a sua prioridade, tal como o tipo de casa, local, valor da renda, incluindo a taxa de esforço que não deverá ser superior a 33%, ou seja um terço do rendimento total do agregado familiar.

Avalie a sua situação financeira e qual o impacto que o arrendamento irá acarretar ao seu orçamento mensal. Só após estas considerações primárias deverá passar para o próximo passo.


2. Pesquisa

Pesquisar as ofertas disponíveis no mercado imobiliário atual irá dar-lhe uma noção dos valores das rendas praticados pelo tipo de casa de procura.

Esta pesquisa deixará claro se as ofertas que lhe surgem são ou não um bom negócio.


3. Visitas

O arrendamento de uma casa não poderá ser realizado apenas de forma virtual. Após a pesquisa, marque visitas aos imóveis - tantas quantas considerar necessárias. Nessas visitas, seja um observador atento aos pormenores essenciais da casa.

Se o mesmo apresentar necessidades de intervenção, verifique se o proprietário assegura essas reparações antes da sua mudança.


Durante a sua visita esteja atento a:

1. Pintura interior

2. Manchas ou humidade nas paredes e tetos

3. Estado do pavimento

4. Isolamento

5. Existência de ar condicionado e estado dos equipamentos

6. Teste a funcionalidade de torneiras, tomadas, interruptores, portas, janelas, etc.

7. Acompanhe a sua visita com uma check list para não se esquecer de nada!


4. Garantias e fiadores

É importante esclarecer desde cedo que tipo de garantias o senhorio irá exigir. Habitualmente essas garantias variam entre a existência de fiadores e/ou o pedido de um determinado valor de caução. Em qualquer dos casos, solicite informação sobre como ambos seriam acionados ou devolvidos, no caso da caução.


5. Documentação

Para sua maior segurança solicite ao proprietário os seguintes documentos: caderneta predial atualizada, certidão permanente, licença de utilização e certificado energético. Estes documentos são o Cartão de Identificação do imóvel. Com eles poderá verificar se existem ónus ou encargos com o mesmo e conseguirá realizar um contrato de arrendamento mais seguro e de acordo com a lei.

6. Contrato

Antes de assinar o contrato deve lê-lo com o devido cuidado, prestando particular atenção para a menção da data limite de pagamento da renda mensal, o que nela está incluído (exemplo: Condomínio) e regime de atualização da mesma. Se o contrato for omisso neste último ponto, aplica-se o princípio geral da lei, de acordo com a taxa de inflação publicada em Diário da República n.º 185/2017, Série II de 2017-09-25.


Não esqueça da obrigatoriedade da emissão de recibos, para seu comprovativo e para dedução em IRS. Saiba ainda que os contratos devem ser realizados em três exemplares: para o senhorio, para o arrendatário e para as Finanças.


Arrendar casa pode ser opção para quem não tem acesso de momento a um crédito habitação ou simplesmente para quem prefere a mobilidade e flexibilidade que o arrendamento permite.


Em todas essas possibilidades que levam ao arrendamento, é importante ter atenção a cada passo até à celebração do contrato.

Poderá fazê-lo sozinho, seguindo as nossas dicas e recorrer a um consultor imobiliário da KAZAS.pt.

Publicação foi adaptada do original: www.imovirtual.com

KAZAS.pt


Ao Seu Serviço!


Planta

Moradia T4 Nova Senhora Hora (caolinos)