Quer vender a sua casa? Saiba como valorizá-la!

Atualizado: Mar 12


Pequenas reparações ou cuidados simples podem mudar a primeira impressão e, consequentemente ajudar nas negociações tornando-as mais vantajosas para si.





Faça a revisão geral

Verifique se é preciso fazer obras maiores nas instalações elétricas e hidráulicas (cuidado com as torneiras que pingam) e até na estrutura do imóvel.

Consulte engenheiros e especialistas para saber se é necessário fazer ajustes maiores – por norma os orçamentos são gratuitos - ou se podem tratar-se de pequenos consertos “faça você mesmo”.

Não esqueça o telhado e substitua as telhas que já não estão em condições.


Tenha atenção aos caixilhos e às janelas

Uma casa bem isolada é fator essencial de valorização já que mantém a temperatura e evita a utilização de recursos que levam ao aumento do consumo elétrico e de gás e, logo, à potencial desvalorização do imóvel.

Tenha também em atenção as janelas perras: a manutenção das dobradiças é indispensável.


Renove pontos essenciais

Algumas das regras básicas para valorizar um imóvel passam por dar uma nova pintura, rever o soalho ou substituir a alcatifa e os azulejos, tapar os buracos acumulados nas paredes.

Aproveite a oportunidade para limpar tetos e lavar a fundo os azulejos. Dependendo do estado do piso do imóvel, este pode merecer a sua atenção, pense em substituí-lo se a situação for merecedora do investimento.


Evite fios soltos e instalações elétricas à vista

Pode dar um ar negligente ao imóvel e, ao mesmo tempo, levar a que os potenciais clientes pensem duas vezes antes de tomarem uma decisão favorável ao negócio.


Mantenha o neutro

Opte por cores de pintura mais consensuais, substitua todos os tons que possam interferir no gosto pessoal de potenciais compradores.

O excesso de informação pode funcionar de maneira negativa.


Tenha o imóvel limpo e arrumado

A falta de limpeza e desarrumação podem causar má impressão e funcionar de forma prejudicial às negociações.

Na altura de escolher um imóvel, inconscientemente, quem visitou, fica com melhor impressão de um imóvel limpo face a um completamente desarrumado ou sujo.


Manter os móveis que já tem no imóvel

O mobiliário pode ser um fator de diferenciação na hora de um interessado tomar a decisão de compra.

Se tiver uma decoração cuidada ou móveis em bom estado poderá mais facilmente atrair a atenção de potenciais interessados. Caso estejam em más condições, o melhor é retirá-los, sempre que for possível.


Aproveite bem a área útil da casa

Se o imóvel estiver mobilado evite o excesso de móveis.

O bom uso das divisões e a estrutura dos móveis são dois fatores importantes na hora de tomar uma decisão. Use espelhos na decoração - vão dar a sensação de áreas maiores - e opte por móveis de linhas direitas.


Ilumine bem o imóvel

A iluminação pode ser determinante no primeiro contacto e na sensação de bem-estar perante um novo ambiente.

Nos quartos deve optar por luzes que abafam a luz e dão a sensação de conforto; na cozinha pode usar lâmpadas fluorescentes que garantem iluminação mais direta.

Em todo o caso, sempre que um potencial interessado visite a casa, abra os estores e as janelas. Um imóvel com muita luz natural tem, por norma, mais interesse do que casas escuras e com pouca luz.


Conheça bem o bairro para poder explicá-lo aos outros

Saiba de cor onde ficam as farmácias, as mercearias, os contentores do lixo, o café mais próximo, o restaurante mais barato, o quiosque da esquina.

Os serviços que existem em redor podem jogar a seu favor.

Detalhe cada ponto positivo da localização que, no fundo, é o fator mais importante na hora de comprar a casa. Até porque obras fazem-se, decorações mudam-se, mas o local não se altera.


Não deixe nada ao acaso na hora de colocar a sua casa à venda.

Tenha em atenção todas as dicas anteriores e organize uma check-list para poder tirar o melhor partido na hora de vender o seu património.